quarta-feira, 14 de novembro de 2007


Nunca fui muito rapariga de silêncios, sempre achei que a palavra é uma bonita forma de preencher o vazio. É engraçado como cada vez mais o anoitecer se tornou um momento de silêncio para mim. É o momento de descompressão, de descanso... Pois os meus catraios bem me preenchem o dia com palavras, sonhos indecifravéis para mim e tão claros para aquelas cabecitas de 6 anos traquinas e felizes, gritos e sorrisos descontrolados, beijos doces com cheirinho a pão com manteiga, narizes com macacos que teimam em querer fugir...
É mesmo muito bom estar com eles, acho que quando trabalho sofro mesmo do sindrome de Peter Pan?! Era bom que pudesse ser assim sempre como eles dizem:"infinitas de horas e minutos..." sem nunca precisar nem querer crescer...





Obrigado meus príncipes e princesas do meu reino da Fantasia, obrigado por me acharem rainha.





Os meus silêncios servem para melhor ouvir os vossos sorrisos.

5 comentários:

Betinha disse...

O silencio tem essa vantagem! Deixa-nos ouvir e por vezes o vazio é melhor compreendido no silencio de um olhar, de um sorriso, tal como o descreves.

Uma beijoca

Kris disse...

Como te compreendo. Também eu adoro o silêncio.
E tambem gosto muito de ti..

Tanita disse...

O silêncio é bom para descomprimir!

É o que fazes todas as noites!

Tudo de bom!

Beijinhos!

Aparece mais vezes!

Raquel disse...

Olá boneca :) Então e o blog não é para actualizar??? Ai ai ai, levas tau tau!!!!!

Mi disse...

E quando eu acabar o meu curso também terei sorrisos desses a preencher os meus vazios... que são preenchidos agora com sonhos desses sorrisos que virão.

Gostei muito de preencher este silêncio com o fascínio do sonho para onde a tua escrita me levou.

Até breve!